Ivinhema - MS, sexta-feira, 22 de junho de 2018

10º min
26º min



Publicado em: 11/01/2018 às 14h46

Acelerador linear deve começar a funcionar em 30 dias, afirma secretário de Saúde

Início dos trabalhos depende da construção do bunker


Correio do Estado

Foto: Divulgação

Equipamento chegou em maio de 2017

Guardado desde maio de 2017, o acelerador linear para tratamento de doenças neoplásicas malignas do Hospital do Câncer Alfredo Abrão (HCAA) deve começar a funcionar em 30 dias, conforme o secretário de Estado de Saúde, Carlos Coimbra. Equipamento não pode funcionar até que construção de bunker seja concluída.

 

De acordo com o secretário, o acelerador que funciona atualmente no hospital tem mais de 20 anos. Com início dos trabalhos do novo equipamento, atendimento deve dobrar. “O que está lá hoje tem mais de 20 anos e atende 50 pacientes por dia, nos períodos da manhã e tarde. Não pode forçar muito, pois é um equipamento velho. Com o novo, vai dobrar atendimento e poderá ser utilizado em três turnos”, explicou.

 

Até o fim desse ano, ainda conforme o secretário, um novo acelerador deve ser instalado no Hospital Universitário (HU) e em 2019 um outro deve chegar para o Hospital Regional da Capital. “Ainda tem mais dois que vão para o interior, mas ainda sem cidade e prazos definidos. Dourados e Três Lagoas já demonstraram interesse”, completou.

 

HOSPITAL DO TRAUMA


Ainda conforme o titular da pasta, o Hospital do Trauma deve ter a obra concluída somente entre os meses de fevereiro e março. “Por causa de alguns problemas que tiveram na obra, deve ficar para o fim de fevereiro e começo de março a entrega da obra”, avaliou.

 

Já sobre o financiamento da nova ala da Santa Casa de Campo Grande, o secretário não adiantou números. “Vamos sentar e conversar junto com o hospital, município e Governo Federal. Ainda não tem nenhum número”, completou.