Ivinhema - MS, quinta-feira, 26 de abril de 2018

10º min
26º min



Publicado em: 14/04/2018 às 15h12

IVINHEMA: Dupla é presa acusada de roubo


Ivinoticias

Foto: Divulgação

Pedaço de madeira e tijolo apreendido pela PC

Na última quinta-feira (12/04), policiais civis da Delegacia de Polícia Civil de Ivinhema prenderam em flagrante A.S.S. (20 anos) e R.F.N. (18 anos), acusados da prática do crime de tentativa de roubo.

 

Segundo apurado pelo site Ivinoticias, no início da tarde de quinta-feira, uma mulher ligou na Delegacia de Polícia e pediu ajuda, pois dois indivíduos haviam tentado lhe roubar dinheiro.

 

Os policiais civis foram até a residência da mulher, uma idosa de 78 anos, a qual teria relatado que dois rapazes teriam chegado em sua residência e exigido que lhes entregasse a quantia de R$100,00 (cem reais). Na ocasião, os indivíduos teriam ameaçado a mulher de morte, utilizando-se de um tijolo e de uma caibro, de quase 2 m (dois metros) de comprimento, com pregos nas pontas, exigindo que lhe entregasse a quantia em dinheiro, senão iria matá-la.

 

Mas quando os acusados perceberam que a idosa havia conseguido acionar a Polícia pelo telefone, fugiram do local.

 

Uma equipe da Polícia Civil, comandada pelo Delegado Ricardo Cavagna, procedeu buscas pelo Bairro Triguinã e conseguiu localizar os acusados, os quais receberam voz de prisão e foram conduzidos a Delegacia.

 

Em conversa com o site, o Delegado Ricardo Cavagna explicou que os acusados já são conhecidos do meio policial e que a vítima estava desesperada, pela gravidade das ameaças feitas por eles no momento do roubo.

 

“O fato foi deplorável. A intensidade das ameaças perpetradas pelos acusados, a extrema violência moral por eles empregada, utilizando-se de um caibro de quase dois metros de comprimento, e ainda, agindo dois jovens em conjunto para intimidar uma senhora de quase oitenta anos de idade e de saúde frágil, tornou ainda mais contundente a gravidade do crime. Ouvimos diversas testemunhas e apreendemos os instrumentos utilizados. A tentativa de roubo qualificado ficou inequivocamente comprovada”, disse o Dr Ricardo.

 

Os acusados foram autuados em flagrante pela prática do crime de roubo qualificado pelo concurso de agentes, e se condenados podem receber uma pena de até 15 anos de prisão.