Seminário reuniu análises de especialistas sobre as águas de MS


PUBLICIDADE

ASSESSORIA

Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

A Frente Parlamentar de Recursos Hídricos da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), coordenada pelo deputado Renato Câmara (MDB), realizou nesta segunda-feira (7) o II Seminário Estadual da Água, com o tema “Múltiplas Conexões – Bacias hidrográficas dos rios Paraná e Paraguai”, o evento foi realizado de forma virtual e transmitido ao vivo pelos canais oficiais da Casa de Leis e página do Facebook do deputado.

 

Todos os assuntos debatidos e apresentados serão disponibilizados em publicação com o conteúdo das 14 palestras proferidas. “Vamos fazer a primeira publicação de um Seminário da Água. Esse material escrito vai se tornar referência sobre o tema, será um registro histórico. É difícil acharmos uma publicação com tantos detalhes”, completou o deputado.

 

No seminário, foram ouvidos profissionais diversos, professores, mestres e doutores, especialistas em recursos hídricos, saneamento ambiental, geoprocessamento, desenvolvimento sustentável, geociência e outras áreas. Entre os assuntos abordados nas palestras, estão o Corredor Bioceânico, saneamento e meio ambiente, água para consumo humano, gestão compartilhada de recursos hídricos, tratamento da água, educação ambiental e uso racional da água e do solo.

 

Renato Câmara afirmou, na abertura do evento, que a iniciativa surgiu de um debate com o Rotary Club de Campo Grande. “Esse seminário iniciou através de discussão e debate com Rotary Club de Campo Grande. Através desse seminário temos promovido anualmente o diálogo com objetivos muito importantes, falamos sobre a fundamental importância dos recursos hídricos para economia e para a vida das gerações presentes e futuras”.

 

Primeira palestra foi sobre corredor bioceânico

 

Alex Walber, presidente do Rotary Club de Campo Grande, falou sobre a importância da união de esforços. “Há muito o que podemos fazer como indivíduos, instituições e governo. A partir de pequenas e simples mudanças de comportamento podemos fazer grande diferença para atuais e futuras gerações. O seminário dá oportunidade de nos unirmos para fazermos ainda mais”, afirmou.

 

Ainda, o diretor presidente do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), André Borges Barros de Araújo, também falou sobre a importância da conscientização a respeito do uso sustentável da água. Reitor da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), o professor doutor Laércio Alves de Carvalho disse que é “uma satisfação e uma honra” participar do evento. “Tanto a Assembleia Legislativa quanto o Governo do Estado acreditam na ciência. Nossa universidade trabalha com produção, educação ambiental e conservação, nosso trabalho é trazer soluções em benefício ao meio ambiente e com resultados científicos comprovados. E vocês irão ver alguns resultados hoje com os professores da UEMS”, afirmou o professor.


Verruck comentou sobre uso múltiplo da água

 

Jaime Elias Verruck, em sua palestra, intitulada "Caminhos que Conectam: Corredor Bioceânico",  comentou sobre a discussão em torno do uso múltiplo da água. “Nós temos a discussão de uso múltiplo de água. Estamos falando de pessoas, de irrigação, navegabilidade, e para manter a diversidade de fauna e flora. Nós estamos em uma crise hídrica e já temos que começar a tomar algumas atitudes de poupar água e energia. Quero iniciar lembrando disso: É um momento de reflexão e temos necessidades de curtíssimo prazo”, alertou.

 

O seminário foi realizado de forma semipresencial, mas a população sul-mato-grossense pode assistir o evento completo acessando este link https://www.youtube.com/watch?v=nTMLdZKI7pQ.

 




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE