A pedagogia e a educação inclusiva em períodos de pandemia


PUBLICIDADE

DIVULGAçãO

PUBLICIDADE

Sabe-se, já, que os efeitos provocados pela pandemia em diversos setores da sociedade são extremamente significativos. 


Durante o ano passado e durante o primeiro semestre deste ano, vimos diferentes negócios comerciais fechando as portas e pudemos ver também o efeito da pandemia no setor educacional da sociedade.


Afinal, com as restrições e imposições relativas ao distanciamento, é completamente inviável que uma aula seja dada de maneira tradicional.


Com isso em mente, é de se esperar que, se a educação foi afetada, a educação especial e 

inclusiva foi também afetada, de maneira até mais drástica. 


Isso ocorre devido às necessidades de alunos especiais e o nível de capacitação que professores destes alunos precisam ter.


Logo, hoje iremos ver como a educação inclusiva vem sendo adaptada e repensada durante este período. E também em como este contexto pode representar um possível trabalho de conclusão de curso em pedagogia.

Educação inclusiva
 

De acordo com o Wikipédia, a educação inclusiva é definida como uma série de transformações que permitem o acesso de todos os estudantes nos estabelecimentos de ensino tradicionais.

 

Em termos simples, isso quer dizer que a educação inclusiva é uma série de adaptações que visa possibilitar o acesso de PCD aos espaços de ensino formais.

 

Pensando nisso, o ponto de partida deste artigo é analisar a maneira como a pandemia traz desafios para pessoas com deficiência dentro do ambiente escolar.

 

Ainda, como dito anteriormente, a análise desta perspectiva traz luz à possibilidade pesquisas e projetos de pesquisa que podem ser realizados na área da pedagogia.

O atual cenário e a complexidade para PCD
 

De acordo com o site Casa Adaptada, existem inúmeros desafios enfrentados por pessoas portadoras de deficiência durante o período da pandemia.

 

Alguns deles são:

 

●     Acessibilidade e problemas no transporte público

●     Aulas para cegos e surdos

●     Vacinação

●     Onde estudantes PCD podem adquirir auxílio em trabalhos acadêmicos

 

 

As dificuldades vividas por pessoas portadoras de deficiência tangem as mais corriqueiras atividades, desde a sua vida íntima até os desafios impostos pela estrutura e acessibilidade públicas.

 

Contudo, hoje iremos dar enfoque na questão do ensino e do aprendizado de alunos PCD neste período de pandemia, com todas as adaptações que a educação e as aulas vêm sofrendo.

 

A educação inclusiva na pandemia

Um fator de imensa expressividade a se analisar aqui é a autoconfiança e a autonomia destes alunos e seu progresso em relação a isto.


Segundo Débora Salles em sua análise acerca do tema no blog especializado diversa.org.br


Os alunos que já apresentavam progresso em relação à sua autoconfiança apresentam uma certa regressão neste ponto. Isso ocorre devido à ausência de profissionais especializados neste tipo de ensino, que possam auxiliar o aluno nas mais diversas urgências.


A falta deste profissional ao lado do aluno, visto que as aulas ocorrem de maneira digital, acentua significativamente a insegurança e o receio destes alunos.


Através do contato direto com o aluno, existem fatores essenciais que contribuem para seu avanço:


Afeto
Carinho
Orientações básicas
Auxílio

 

No entanto, devido à pandemia e o isolamento vivido nos dias de hoje, este contato é completamente aparado.


Portanto, todos estes fatores que contribuem para o desenvolvimento e progresso de alunos PCD estão estacionados por tempo indeterminado, enquanto a pandemia perdurar.


Ainda de acordo com Débora, na mesma análise, podemos ver que os desafios enfrentados por estes alunos no ambiente escolar formal se extrapolam para o ensino remoto, também e estas dificuldades podem ser acentuadas devido à falta de preparo e tato de familiares para com estas crianças em uma situação de ensino.


Contudo, auxiliado às aulas remotas, muitos alunos realizam tratamentos com fonoaudiólogos, psicólogos e psicopedagogos de forma paralela às aulas, visando suprir as dificuldades do aluno neste momento.

 

Conclusão


A vida de portadores de deficiência apresenta inúmeros desafios e obstáculos, diariamente. Contudo, a pandemia veio para acentuar algumas dificuldades, devido ao isolamento necessário entre as pessoas durante este período.


Estas dificuldades podem ser observadas, sobretudo, na questão do aprendizado de alunos PCD durante o ensino remoto. 


Ainda, a atuação de fonoaudiólogos, psicopedagogos e outros é essencial para o desenvolvimento destes alunos neste período


E também, este momento, representa diversas oportunidades para a elaboração de temas de projeto na área da pedagogia inclusiva, como por exemplo o impacto que a atuação destes profissionais possui no desenvolvimento pedagógico de alunos portadores de deficiência.




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE