Estádio Centenário poderá receber até 75% da capacidade em final da Libertadores


PUBLICIDADE

MIDIA MAX/AGENCIA ESTADO

Foto: Divulgação / Conmebol
PUBLICIDADE

Os presidentes de Flamengo e Palmeiras se reuniram nesta segunda-feira com membros da Conmebol, no Paraguai, para debater sobre a organização da final da Copa Libertadores, marcada para 27 de novembro, em Montevidéu, no Uruguai.

 

A principal novidade no encontro foi a informação de que as autoridades locais permitiram a ampliação do estádio Centenário para até 75% de sua capacidade. Inicialmente, estava prevista a liberação de 50% da capacidade do local, que será palco da decisão continental.

 

O Flamengo foi representado pelo presidente Rodolfo Landim e pelo vice-presidente de relações externas do Flamengo, Luiz Eduardo Baptista, o Bap. No lado do Palmeiras, quem esteve no encontro foi o presidente Mauricio Galiotte, que vive seus últimos dias de mandato e será sucedido por Leila Pereira.

 

Dirigentes da CBF, como o presidente Ednaldo Rodrigues e os vices Fernando Sarney e Gustavo Feijó, também estiveram presentes na reunião no Paraguai. A Conmebol disse que, no encontro, "foram debatidas questões operacionais, logísticas e de segurança da final" no estádio Centenário.




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE