Grêmio convive com polêmicas de Douglas Costa e luto de Mancini antes de decisão no Brasileiro


PUBLICIDADE

JOVEM PAN

Douglas Costa - FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA
PUBLICIDADE

O clima no Grêmio não está nada leve na véspera da partida diante do Atlético-MG, em Porto Alegre, que pode decretar o terceiro rebaixamento do clube para a Série B do Campeonato Brasileiro.

 

Além de ter que lidar com o luto de Vagner Mancini, que perdeu a mãe na última segunda-feira, o Tricolor também está tentando “apagar o incêndio” provocado por Douglas Costa. Segundo o jornal “O Globo”, o atacante ficou revoltado ao ver o pedido para realizar a sua festa de casamento ser negado pela diretoria gremista – a cerimônia aconteceria na terça-feira passada, no Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, e contaria com show da banda “Sorriso Maroto”. Indignado com o veto, o ídolo do clube apagou todas as fotos que mencionava o clube gaúcho nas redes sociais.

 

Oficialmente, a diretoria do Grêmio ainda não se posicionou sobre o caso e deve manter o jogador integrado ao grupo até o embate contra o Atlético-MG, marcado para começar às 21h30 (de Brasília) desta quinta-feira, 9. Vale lembrar que, na semana passada, o atacante xingou torcedores gremistas após ser criticado por ter sido suspenso do embate frente ao Corinthians.

 

Na 18ª colocação na tabela, o time gaúcho precisa operar praticamente um “milagre” para continuar na elite do futebol brasileiro. Além de precisar vencer o campeão, a equipe de Vagner Mancini tem de torcer para Juventude e Bahia perde para Corinthians e Fortaleza, respectivamente. Todos os jogos da última rodada do Brasileirão serão disputados simultaneamente.




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE