Guarda Municipal dispara no chão para fugir de ataque de Pitbull em MS


PUBLICIDADE

MIDIAMAX

Foto: Henrique Arakaki, Midiamax
PUBLICIDADE

Um GCM (Guarda Civil Metropolitana) procurou a Polícia Civil após disparar contra um cachorro da raça Pitbull, no Bairro Vila Santa Luzia, em Campo Grande, que teria o atacado. O caso ocorreu na segunda-feira (08/07).

 

As informações do boletim de ocorrência são de que o GCM relatou que chegava em casa, por volta das 21h, quando o cachorro Pitbull do vizinho avançou nele.

 

O guarda conta que, para afastar o cachorro, fez dois disparos no chão. Ele não informou se os tiros atingiram o animal e não apresentou as cápsulas.

 

PM mata Pitbull

Campo Grande foi cenário de outro ataque de Pitbull também na semana passada, quando um PM (Policial Militar) atirou e matou um cachorro da raça Pitbull, na Vila Santa Luzia, para outros cães dos ataques.

 

O morador disse à polícia que os dois pitbulls tentaram mordê-lo e mataram seu cachorro que estava amarrado no quintal. Porém, como o terreno não tem muros, o que facilitou a entrada dos animais, ele precisou ficar trancado em casa até a chegada da polícia.

 

Durante vistoria no terreno, a equipe policial viu os animais. Contudo, o cachorro do idoso já estava morto e no momento que se aproximou, a pitbull fêmea estava muito agressiva.

 

O animal partiu em direção à equipe e os policiais precisaram efetuar três disparos de pistola. A ação matou o pitbull, segundo o boletim de ocorrência.

 

O outro pitbull fugiu enquanto os policiais tentavam conter o outro animal. A equipe policial fez rondas nas imediações, mas o dono dos animais não foi localizado. Moradores da região também não souberam informar quem seria o proprietário do animal.

 

Moradores também informaram aos policiais que o pitbull estava vagando pela região. Dessa forma, foi o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) foi até o local para capturar o cão.


Nos siga no




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE