Corinthians oficializa contratação do técnico Ramón Díaz, ex-Vasco; veja detalhes


PUBLICIDADE

GAZETA ESPORTIVA

Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

A espera finalmente terminou e o Corinthians tem um novo técnico. Nesta quarta-feira, o Timão anunciou a contratação do treinador Ramón Díaz. O argentino assinou contrato válido até dezembro de 2025 com o clube do Parque São Jorge.

 

Junto a Ramón Díaz, chega uma comissão técnica composta por outros quatro profissionais: os auxiliares Emiliano Díaz e Juan Romanazzi, o preparador físico Diego Pereira e o analista de desempenho Damian Paz.

 

Conforme apurado pela Gazeta Esportiva, Ramón Díaz deve comandar seu primeiro treino no Corinthians já nesta quinta-feira, um dia após o jogo contra o Vasco. A expectativa é que ele faça sua estreia contra o Criciúma, no próximo dia 16, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

O Timão estava sem técnico desde a última terça-feira, quando António Oliveira foi demitido após a derrota para o Palmeiras no Derby. Desde então, a diretoria corintiana vinha procurando por opções no mercado. O clube queria tirar Fábio Carille do Santos e tinha o ex-treinador alvinegro como prioridade, mas a rejeição das redes sociais pesou para o clube não pagar a multa rescisória ao Peixe.

 

Ramón Diáz já estava no radar do Corinthians e, com a dura derrota sofrida para o Cruzeiro no último domingo, o presidente Augusto Melo acelerou a busca por um treinador. Agora, a equipe terá um novo estrangeiro no comando - ele é o primeiro argentino desde Daniel Passarela, que assumiu o cargo em 2005.

 

Ramón e sua comissão já possuem certa experiência no futebol brasileiro graças a uma passagem pelo Vasco. Contratado na metade da temporada passada, o comandante foi fundamental e ajudou o Cruzmaltino a escapar do rebaixamento.

 

A primeira passagem de Ramón Díaz pelo futebol nacional, porém, chegou ao fim em abril deste ano. Após uma série de resultados ruins, o comandante foi demitido do Vasco. Ao todo, o técnico esteve à beira do gramado em 41 partidas, com 17 vitórias, 11 empates, 13 derrotas e um aproveitamento de 50%.

 

Aos 64 anos de idade, o treinador também soma passagens por outros clubes em diferentes mercados. Na Argentina, já comandou River Plate, Independiente e San Lorenzo. Na Arábia Saudita, treinou o Al-Hilal e o Al-Ittihad, além de já ter comandado também a seleção do Paraguai, o América do México e o Oxford United, da Inglaterra.


Nos siga no




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE