Ivinhema - MS, quinta-feira, 16 de agosto de 2018

20º min
28º min



Publicado em: 10/08/2018 às 08h50

Campeonato Francês começa nesta sexta com todos de olho no PSG. De novo

Olympique de Marselha abre a competição contra o Toulouse. Com o campeão mundial Mbappé dividindo estrelato com Neymar, time de Paris busca sexto título nacional em sete anos


GE

Foto: Reprodução/Twitter

Pode ser interessante um campeonato dominado amplamente por uma só equipe, campeã em cinco das últimas seis edições, incluindo a última, quando levantou também as duas copas nacionais disputadas? Sim, quando se trata do Paris Saint-Germain, novamente a grande atração do Campeonato Francês que começa nesta sexta-feira.

 

Seja pela curiosidade de saber se o PSG encontrará um desafiante à altura em âmbito doméstico - em 2017, o Monaco surpreendeu e conseguiu o título francês, interrompendo a sequência do favorito da capital -, ou pelo desejo de ver como será o retorno de Neymar ao clube após a frustrante Copa do Mundo, ou ainda o privilégio de acompanhar o trio Neymar-Mbappé-Cavani, um dos mais fortes ataques do futebol mundial na atualidade, por qualquer desses motivos o "campeonato de um time só" não é exatamente um tédio.

 

Para os franceses, a volta da Ligue 1 tem um charme especial, por ser a primeira temporada após a conquista da Copa do Mundo da Rússia pela seleção. O Olympique de Marselha, que conta com três campeões mundiais no elenco - o goleiro Mandanda, o zagueiro Adil Rami e o atacante Florian Thauvin -, recebe o Toulouse no jogo de abertura do Francês 2018/2019, nesta sexta, às 15h45 (horário de Brasília). Como os jogadores da seleção voltaram mais tarde das férias, Thuavin é o único dos três campeões mundiais relacionados para a partida.

 

Ainda que a grande maioria dos titulares da França na Copa jogue em outros países, o orgulho dos franceses pelo título estará representado na Ligue 1 pelo camisa 10 dos Bleus, eleito o melhor jogador jovem do Mundial 2018, Kylian Mbappé. Aos 19 anos, o atacante inicia seu segundo ano no PSG rivalizando com Neymar como a grande estrela da equipe. E em busca do seu terceiro título francês consecutivo, já que ele foi a revelação do Monaco na campanha vitoriosa de 2016/2017, antes de se transferir para o esquadrão de Paris há um ano.

 

O primeiro desafio do PSG na Ligue 1 será domingo, às 16h (horário de Brasília), contra o pequeno Caen - 16º colocado na última temporada -, no Parc des Princes. O GloboEsporte.com transmite a partida em tempo real.

 

Mbappé e os outros dois campeões mundiais do PSG - o goleiro Areola e o zagueiro Kimpembe - só se reapresentaram das férias na última terça-feira, e não participaram da primeira conquista do time na temporada, a Supercopa da França, vencida no último sábado com uma goleada por 4 a 0 sobre o Monaco, em Shenzhen, na China. A expectativa para domingo é pela presença de Mbappé ao lado de Neymar contra o Caen - o brasileiro, camisa 10 do PSG, disputou apenas os últimos 15 minutos do jogo contra o Monaco mas deve ser titular neste domingo.

Com um elenco estelar, o PSG fez apenas uma contratação de impacto, o veterano goleiro italiano Gianluigi Buffon, de 40 anos, e mudou o comando, com a chegada do disciplinador técnico alemão Thomas Tuchel, ex-Borussia Dortmund. Dois novos nomes, aparentemente com a mesma missão: conter a guerra de egos no vestiário, talvez o grande calcanhar de Aquiles da equipe na última temporada, quando o PSG, a despeito do domínio amplo no futebol francês, ficou distante do seu maior sonho, a conquista da Liga dos Campeões da Uefa - a equipe caiu nas oitavas, para o Real Madrid.

 

- Tenho acompanhado bastante o PSG nos últimos três anos, e sempre me perguntei como um time tão forte não foi capaz de ir mais longe na Champions League. Acho que um projeto desse tamanho requer tempo, um elenco e um vestiário fortes e um grande treinador, e graças a isso o caminho (para a conquista da Champions) pode ser abreviado - afirmou Buffon em entrevista ao site oficial do PSG.

 

Confira a primeira rodada completa do Francês (horários de Brasília):

SEXTA-FEIRA

15h45 - Olympique de Marselha x Toulouse

SÁBADO

12h - Nantes x Monaco

15h - Angers x Nîmes

15h - Lille x Rennes

15h - Montpellier x Dijon

15h - Nice x Reims

15h - Saint-Étienne x Guingamp

DOMINGO

12h - Lyon - Amiens

12h - Bordeaux x Strasbourg

16h - Paris Saint-Germain x Caen